Dizem que os bons contos infantis começam com 'Era uma vez' porém esta história não é um conto infantil, mas começando assim ganha um encanto especial.

Era uma vez um homem, chamado Sr. Luís, que era dono de um grande sítio. Este homem tinha três filhas: Ida, a mais velha é mais bonita das três, Beatriz, a do meio e a mais inteligente e Madalena, a renegada pelas irmãs.

O sítio do buraco, como era chamado, tinha este nome devido seus grandes altos e baixos, era vasto e era próximo ao grande rio da vila dos Pinheiros, o que atraia sempre a visita de muitos viajantes que ali passava. Diariamente os viajantes por ali passavam e cortejavam Ida e Beatriz. Madalena semore responsável pelas tarefas domésticas nunca recebia elogios.

 O Sr. Luís que já com estava com uma idade avançada resolveu chamar as três filhas para uma grande conversa e lhes disse:

- Meninas, nesta vida muito trabalhei, mas receio que não tenha mais tanto tempo aqui. O que posso fazer por vocês é deixar-lhes este sítio para que vocês possam garantir dele seu sustento. A parte mais a norte ficará com Ida, já a parte a oeste será de Beatriz e a parte a leste será de Madalena.

As irmãs ao verem a divisão zombaram de Madalena, contando vantagem sobre seus terrenos comparados ao dela. Madalena apenas ouvia e sonhava que um dia serei mais bela e mais inteligente que Ida e Beatriz. 

Até hoje não se sabe se Madalena conseguiu realizar seu sonho em vida. Hoje cada um destes terrenos carrega o nome de sua herdeira porém só um deles cresceu e floresceu, e por ironia foi o da irmã renegada. Diferentemente da época em que o terreno pertencia ao Ar. Luís, hoje apenas Madalena é cortejada pelos que ali passam. Ida e Beatriz são meras espectadoras da grandeza de Madalena, que em memória de sua antiga dona hoje reluz para compensar toda a escuridão que suas irmãs em vida lhe deixaram.

Tags

comentários (0)

Sem comentários