No ultimo domingo, ocorreu a Tradicional Descida para Santos e junto com ela mais um episódio de uma sequência de politicas anti-bike no estado de São Paulo.

De ultima hora, a Ecovias, concessionária responsável pelas rodovias Anchieta e Imigrantes, conseguiu uma liminar impedindo a descida de bike. Sim, é isso mesmo, uma liminar que vai contra as leis de trânsito e o direito de ir e vir, garantidos pela constituição. Porém boa parte das pessoas não sabiam e seguiram descendo. Curiosamente, a pista da imigrantes foi bloqueada para carros e só ciclistas seguiam por ela, parecia que estava liberado, mas na verdade era uma emboscada da PM, onde indicaram para os ciclistas seguirem rumo a Anchieta, onde lá eram aguardados pela Tropa de Choque, sim a tropa de choque para ciclistas armados apenas com suas bicicletas e sua vontade de ir a praia.  

Chegando a este ponto, muitos ciclistas, eu incluso, ficamos lá aguardando a liberação e nos informaram que a tropa de choque estava proibindo a passagem mas que um dos responsáveis estava já verificando a liberação. Eu e meu grupo de amigos sentamos e fizemos um lanche e aguardamos, porém do nada vimos uma bomba no caminho, estourou a cerca de 20 metros de onde estávamos e onde haviam muitos ciclistas. A movimentação rumo a outra pista da Via Anchieta foi grande e fechamos ela. Alguns ciclistas falaram para todo mundo descer pela outra via (a contra-mão) , seguimos o caminho e fomos descendo junto, logo a frente tinha uma saída para a via de descida e entramos nela. Foi uma das experiências mais gostosas da minha vida, descer a Anchieta livre de carros, apenas com bicicletas.

Como bacharel em Lazer e Turismo me entristece a cada dia mais a falta de politicas voltadas ao incentivo da bicicleta como meio de transporte e de incentivo ao lazer, sem contar que inexiste politicas voltadas ao cicloturismo. Hoje as ciclovias na cidade não tem muitas interligação e nada é feito para mudar, inclusive pelo contrário algumas foram fechadas. A intermodalidade é quase nula, apenas a noite ao longo da semana, a tarde no sábado e nos domingos e feriados, o que inviabiliza muito a bicicleta como um meio de transporte pro trabalho. No Metrô foi criado uma campanha falando que as bikes atrapalham, colocando o ciclista como culpado de "atrapalhar" a viagem dos outros usuários.

Aí entra uma questão, porque ciclistas tem direitos a menos na cidade? Até quando vão demonizar as bicicletas? 

A repressão na Anchieta não é um caso isolado, nem da PM, nem contra ciclistas. É parte de um plano de governo que visa criar ainda mais barreiras para ciclistas. Afinal, em teoria, ciclista não paga IPVA, Pedágio, entre outros então para que valorizar alguém que não tenha retorno financeiro? 

Infelizmente andar de bicicleta em estrada é lindo quando você vê lá fora, aqui são manifestantes e aí tem que tratar com bomba, jato de água e gás lacrimogênio pois é proibido lutar ou querer ter os mesmos direitos que os outros.

O lazer é um direito garantido pela constituição, assim como Ir e Vir e não podemos aceitar que nos podem eles.

Tags

comentários (0)

Sem comentários