Está muito na moda se revoltar com gente pelada fazendo arte, pois aparentemente é 1964. E esse texto poderia terminar por aqui porque essa é uma frase boa o bastante para resumir o que está acontecendo no Brasil no momento do agora, mas vamos nos estender em palavras e mais palavras porque ninguém leva nada a sério a não ser que tenha muitos parágrafos e uma série de argumentos e quem sabe duas ou três citações.

Não vamos entrar no mérito do MBL. Porque as coisas que estão acontecendo vão muito além do MBL. Há um tipo de brasileiro, aquele chucro e pouco alfabetizado, que tem medo das coisas que acendem e faz em nome do pai quando passa na porta de cemitério menos por respeito e mais porque acha que o cadáver vai levantar e vai puxá-lo pelo cu, que saiu da toca. Porque uma porção de pessoas saiu por aí dizendo que a opinião desse brasileiro importava.

Não que não importe. Meio que toda opinião importa o mesmo tanto (aproximadamente zero vírgula catorze, se formos ser precisos), mas algumas são particularmente despreziveis porque são embasadas em nada mais do que Eu Acho.

Eu Acho que alienígenas vivem dentro de Marte e até aí foda-se. Você acha que um homem pelado não é arte e até aí foda-se. Em algum momento alguém achou todas as coisas possíveis e não há nenhuma evidência de que essa pessoa esteve, está ou estará certa.

Sim, porque para estar certo é preciso de mais do que isso. É preciso que os fatos estejam do seu lado. E é preciso que o que você acha seja no mínimo baseado em afirmações verdadeiras. E é preciso fazer sentido. Isso só para a gente ficar no básico.

O tal do MBL, e o Alexandre Frota, e aquela reaçada de internet e o Bolsonaro e sabe-se lá mais quem cismaram que o "povo", a "pessoa comum" é a entidade certa pra dizer o que é bom e o que é ruim. O que está certo e o que está errado. O que faz bem e o que faz mal para a sociedade. E isso é perigoso pra caralho.

É perigoso porque o povo não faz a menor ideia do que está fazendo. O povo nunca tomou uma decisão boa em toda a sua vida. O povo acha legal FGTS e décimo terceiro. O povo gosta ao mesmo tempo do carnaval e da ditadura militar. O povo não tem ideia do que está acontecendo ao seu redor.

E se você continuar dando corda para esse tipo de polêmica, e continuar comprando o fato de que é "obsceno" isso e aquilo, Belchior estará certo. Eles vencerão e o sinal estará fechado para nós. Que somos razoáveis.

Tags

comentários (0)

Sem comentários