Faz exatamente 1 semana e 2h que Jair foi eleito como próximo presidente do Brasil. Meus amigos dividiram-se em desesperados que choraram e desesperados que riram de nervoso. Porque meus amigos tem ideais de esquerda e ou fazem parte da comunidade LGBTQ+ e o discurso de Jair, apesar dos seus eleitores discordem, é extremamente violento e o foco principal do discurso são os meus amigos.

Que eu saiba, eu tenho uma amiga que não votou em Haddad. O argumento foi: eu odeeeeio o PT. Assim, sem argumentos, mas com muitas vogais repetidas. Ela concorda que Haddad é um bom candidato, mas explica que ele entrou no partido errado. Ela também acha que ele foi "meio falsinho" durante a campanha. Eu não sei o que ela quis dizer.

Até o momento sabemos o seguinte: uma travesti foi morta por fãs de Jair antes mesmo de ele ser eleito¹. Porque o discurso prévio de Jair faz com que seus eleitores, que concordam com tal discurso, se sintam autorizados a exercer seus preconceitos e sua violência intrínseca. Ver alguém numa posição de poder afirmando coisas preconceituosas, sem vergonha e sem sofrer nenhuma consequência, faz com que os preconceituosos percam o medo.

Pós-eleição fomos apresentados ao termo firehosing. Firehosing é uma estratégia política em que soltam uma cachoeira de notícias faltas para depois desmenti-las. A estratégia é usada para que a mídia e outras oposições ao político/candidato/etc. sejam desacreditadas e a única fonte considerada confiável seja o próprio político/candidato/etc.

O firehosing tem sido usado por Jair da seguinte forma: muita informação sobre seus ministros e ministérios são liberados todos os dias, para que depois a notícia seja desmentida. Uma busca com o termo do presidente eleito e as palavras "volta atrás" já rende centenas de resultados mesmo que só 1 semana tenha passado. Até agora a notícia mais escandalosa tinha sido a fusão dos ministérios da agricultura e do meio ambiente, mas ele já voltou atrás²

As outras novidades são: Onyx Lorenzoni seria o futuro ministro da Casa Civil e Sérgio Moro como ministro da Justiça.

Todos estão atentos.

1 https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2018/10/16/travesti-e-morta-a-facadas-durante-briga-em-bar-no-centro-de-sp.ghtml?utm_source=twitter&utm_medium=share-bar-smart&utm_campaign=share-bar

2 https://exame.abril.com.br/brasil/bolsonaro-volta-atras-em-fundir-ministerios-da-agricultura-e-meio-ambiente/amp/?__twitter_impression=true

Tags

comentários (0)

Sem comentários