Nesse domingo vai fazer sol. Domingo de primavera, pássaros vão cantar, risadas de crianças entrarão pela janela semi aberta, o jogo de futebol vai passar na televisão. Esse domingo vai ter cheiro de café com leite de manhã e caneca na pia, a torneira pingando uma gota preguiçosa por vez - plim, plim, plim. Barulhinhos do silêncio que alguém poderia ouvir, se tivesse alguém. Mas é que como é domingo, e domingo tem jogo e brincadeira, o telefone não vai tocar. O correio não vai passar, ninguém vai perceber que o rádio não cantou, que a janela vai continuar aberta durante a noite, que a torneira só vai pingar porque não vai ser mais silenciada pelo caminhar da bengala - tec, tec, te-não.

Talvez amanhã alguém venha, alguém ligue, alguém passe e pare pra escutar silêncio. Talvez amanhã, porque é segunda e nada de bom acontece na segunda, mas hoje é domingo de primavera e a vida está lá fora. Só lá fora.

Que desperdício de domingo!

Tags

comentários (0)

Sem comentários