Cansara da vida, simples assim. Olhava em volta e não gostava de mais nada daquilo. Aí resolveu que queria outra. Ideia boa essa! Foi até o reino das vidas, procurar pelo responsável pela situação. Encontrou uma senhora, já bem idosa, com rugas onde fosse possível, andar lento, fraco. Ironia do destino, ela pensou, mas esse era ainda outro reino, não seria então possível que fosse. Juntou toda coragem, falou com toda a certeza que tinha: “A vida que me deste, caríssima senhora, está de ponta a ponta equivocada. Mudai, lhe rogo!” e a senhorinha, que demonstrava em cada passo que dava, que sabia exatamente o que havia feito pois desde o primeiro dia de sua existência o fizera com esmero, mas tendo a pobre doninha lhe pedido com tanta firmeza, nada podia fazer pelo perdão da ignorância senão o que lhe era pedido. Mudou. Deu à moça uma vida novinha, do começo ao fim.

E foi assim que a pobrezinha descobriu que não sabia ser mais ninguém a não ser ela mesma. E que a vida sabe o que faz.

12/08/2015

Tags

comentários (0)

Sem comentários