Isso não é um testemunho legal e nem vale a preocupação. Minha mãe é quase uma pessoa inofensiva – se você não bagunçar a casa dela. Minha mãe é a definição de mãe, ela trabalha mais do que o necessário, cozinha melhor que o necessário, se preocupa mais que o necessário. Se me perguntassem qual o defeito de minha mãe, a educação me impediria de formular uma resposta, mas a verdade é que se ela vê alguma caneca bonitinha, ela terá essa caneca bonitinha. Ofende-se apenas quem não entende. O ato é quase um elogio à decoração do lugar, quase um “parabéns pelo bom gosto”, vira uma lembrança do agradável.

O hábito não caracteriza cleptomania, nem nada do tipo, tranquilize-se. Veja bem, minha mãe é uma pessoa de inúmeras qualidades, você pode até querer tê-la em sua casa para uma tarde de bate-papo. Só não ofereça um cafézinho.

25/08/2015

Tags

comentários (0)

Sem comentários